quarta-feira, 12 de setembro de 2012










FÉRTEIS DANÇAS DE RECÔNCAVO
*Déa S Melo
Setembro/2012

“Pra falar como é o Coco eu nem sei como explicar,
porque pra explicar, só eu cantando”

A voz de D.Lenita Lina, Mestra do Coco de Roda de Novo Quilombo/Paraíba, numa roda de Mestres, revela e sugere uma visão paradigmática da função política, comunitária, pedagógica e comunicativa das artes e linguagens da cultura tradicional no Brasil e no ocidente. Não é de hoje que cantores, dançarinos, atores e artistas diversos têm competência para reunir de uma só vez pessoas em torno de temas como cultura, educação, meio ambiente; vida pública e íntima, por meio das linguagens humanas/artísticas. Desde a Grécia antiga já era assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário